Primeiro Capítulo: Annástria e o Prícincipe dos Deuses

 
    Olá! Nesse post vocês podem ler um trecho do primeiro capítulo do primeiro volume da Trilogia Annástria. Leiam também a sinopse e conheçam um pouco sobre os personagens principais.
  O blog JUST LIVROS está realizando uma promoção para sortear um exemplar do livro "Annástria e o Príncipe dos Deuses".  Para saber como partipar clique aqui.

 Onde comprar: clique aqui e escolha sua livraria favorita!

  Gostaria de ler o trecho do primeiro capítulo de "Annástria e o Príncipe dos Deuses" ?
 
 



                                                          A Noite da Lua Nova

    Era uma noite fria e hostil, uma jovem feiticeira corria veloz carregando em seus braços um pequeno bebê que chorava baixinho.
    Ela corria por entre as árvores de uma floresta escura e sombria. A névoa estava densa, o ar gélido, as árvores soltavam gemidos agudos e altos. Um grupo inimigo seguia a feiticeira pela floresta.
    - Não adianta correr! – gritou uma voz áspera de um dos inimigos.
   A feiticeira virou-se de costas, segurou o bebê em uma das mãos e com a outra estalou os dedos, e uma densa massa de terra foi jogada confundindo seus inimigos.
   O céu estava negro, pois era a tão terrível noite da lua nova onde todos os problemas e uma profecia começaram a ter seu inicio. A feiticeira escondeu-se entre duas árvores grandes e rígidas. Ficou em silencio ninando o pequeno bebê.
   - Entregue a criança e prometemos não lhe fazer mal, feiticeira. – disse a voz do líder dos inimigos.
    Tudo parecia calmo... Nada se ouvia.
    Havia uma pequena criaturinha filhote que estava acompanhado da bela feiticeira. A criaturinha, um ártemis, tinha orelhas grandinhas, parecidas com as de um gato, um corpo comprido, fino, um rabo longo com pluminhas na ponta, Seus olhos eram expressivos, verdes, sua pelagem era branca com duas listras roxas saídas da cabecinha e correndo ate a calda.
   - Não vejo nada... – sussurrou a criaturinha.
  -Shh! Estão próximos... – sussurrou a feiticeira, mas algo, por pouco, quase atingiu seu braço. Uma flecha que chegou apenas a causar um arranhão no braço da feiticeira (que caiu no chão com o susto).
  A nevoa estava forte, mas a feiticeira pode ver que a sua frente encontrava-se o
líder de seus inimigos. Ele estava muito próximo e apontava uma espada no pescoço da feiticeira. Antes mesmo que a feiticeira abrisse a boca para gritar, uma outra fecha atingiu seu inimigo.
   A flecha atravessou a cintura do sujeito de uma ponta à outra. Ele caiu morto. A feiticeira ficou parada em choque. A sombra de um homem foi se aproximando aos poucos da feiticeira.
  - Quem está ai? – perguntou ela.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

FanPage Trilogia Annástria